Pós-graduação em
Informática de Segurança e Computação Forense

pg.iscf@estg.ipvc.pt keyboard_arrow_down

Apresentação

A Pós-graduação em Informática de Segurança e Computação Forense é uma formação específica para profissionais que pretendem explorar a área de administração de sistemas e redes por forma a assegurar a integridade e disponibilidade dos seus recursos informáticos, assim como detetar, analisar e recolher provas de cibercrimes.

Escola Superior de Tecnologia e Gestão - IPVC
Instituto Politénico de Leiria Polícia Judiciária

Esta formação é realizada pela ESTG-IPVC em colaboração com o Instituto Politécnico de Leiria e com a Polícia Judiciária, e é assegurada por uma equipa de docentes especializada e com experiência na área da cibersegurança.

Desenvolvido pela Eventbrite

Objetivos

A estrutura curricular desta Pós-graduação abrange múltiplos tópicos relacionados com as redes de computadores e a segurança de sistemas, redes e informação. Inclui ainda metodologias e abordagens práticas especificamente nas seguintes áreas da cibersegurança:

security

Prevenção

Através do estudo de conteúdos relacionados com administração de sistemas e redes de computadores

fingerprint

Deteção

Aborda o estudo de sistemas, software ou tecnologias utilizadas para a deteção de intrusões numa rede

search

Análise forense

Através da investigação das causas e efeitos de um cibercrime, e pela constituição de provas probatórias relacionadas

A Pós-graduação dotará os formandos com as seguintes competências sólidas em vários domínios. Esta formação permitirá:

  • Explorar o modelo de comunicação TCP/IP e as suas funções principais
  • Administrar convenientemente redes e serviços em ambientes heterogéneos, em contexto de segurança
  • Conhecer os fundamentos sobre arquiteturas de redes e sistemas informáticos
  • Identificar os principais algoritmos de cifragem de dados e utilizá-los em serviços de rede
  • Explorar a regulamentação e regime jurídico para a recolha de recolha de dados, designadamente os métodos probatórios e os métodos indiciários
  • Manusear convenientemente os diferentes tipos de sistema de ficheiros
  • Adotar estratégias de programação segura nas principais linguagens de programação
  • Implementar mecanismos de recuperação de dados usando boas práticas de análise forense
  • Recolher e analisar dados em redes de computadores, através da captura de pacotes, análise de logs e análise de configuração dos equipamentos e dos serviços de rede
  • Aplicar técnicas de computação forense, designadamente o bloqueio de escrita, certificação de dados e técnicas de análise binária simplificadas.

Plano curricular

Os objetivos expostos serão atingidos através de um conjunto de unidades curriculares contextualizadas e inter-relacionadas, onde cada unidade curricular funciona como um puzzle cognitivo composto por áreas de conhecimento como as redes de computadores, segurança de sistemas e redes, segurança de informação, recuperação e análise forense.

Unidade Curricular Semestre ECTS Duração (h)
Nivelamento – Introdução às redes (opcional) 1 0 14
Nivelamento – Introdução ao Linux (opcional) 1 0 7
Introdução à segurança informática 1 1 7
Regulamentação e regime jurídico 1 1 7
Fundamentos de redes e protocolos 1 1 7
Fundamentos de segurança em redes 1 1 14
Administração de sistemas e serviços de rede 1 2 22
Desenvolvimento de aplicações seguras 2 2 22,5
Laboratório de hacking 2 2 22,5
Laboratório de recuperação de sistemas 2 2 22,5
Ferramentas para análise e investigação forense 2 2 22,5
Casos de estudo 2 1 14
Projeto e Avaliação 2 15 14

Horário

Sextas-feiras em horário pós-laboral e sábados

Acesso

Condições de acesso

Formação académica:

  • Licenciados em Engenharia Informática e áreas afins, designadamente ciências da computação, engenharia eletrotécnica, ou outras que envolvam redes de computadores ou dispositivos eletrónicos.
  • Detentores de formação graduada ou pós graduada em áreas das tecnologias e sistemas de informação.

Experiência profissional:

  • Profissionais com experiência nas áreas de sistemas de informação, gestão e administração de sistemas e redes.
  • Profissionais com experiência nas áreas de análise de dados, designadamente auditores, consultores, juristas, peritos e técnicos responsáveis por processos de investigação ao crime informático.

Nº de vagas máximas disponíveis: 15

Datas e Resultados

Candidaturas Online (1ª Fase) 10 a 20 de outubro on.ipvc.pt
Seriação dos candidatos (1ª Fase) 21 de outubro
Publicação dos resultados (1ª Fase) 24 de outubro Resultados
Inscrições (1ª Fase) 25 a 27 de outubro Horário dos SAC (ESTG)
Candidaturas Online (2ª fase) 25 de outubro a 2 de novembro on.ipvc.pt
Seriação dos candidatos (2ª Fase) 3 e 4 de novembro
Publicação dos resultados (2ª Fase) 4 de novembro Resultados
Início da formação 5 de novembro
Inscrições (2ª Fase) 7 e 8 de novembro Horário dos SAC (ESTG)

Outras Informações

Propinas:

  • 2150€ no ato da inscrição ou 10 prestações de 215€

Calendário completo:

Documentos necessários para a inscrição:

  • Cartão do Cidadão, Cópia do Boletim de Saúde, Comprovativo de morada (extraído do portal das finanças)

Página Institucional:

Docentes

Pedro Pinto

Pedro Pinto

ESTG - IPVC

Licenciado em Engenharia Eletrotécnica e de Computadores e Mestre em Redes e Serviços de Comunicação ambos os graus conferidos pela Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto. Doutorado em Telecomunicações por programa doutoral conjunto entre as Universidades do Minho, Aveiro e Porto. É Professor Adjunto no Instituto Politécnico de Viana do Castelo e Investigador Sénior no Centro de Telecomunicações e Multimédia do INESC TEC. No IPVC, é coordenador e docente em formações na área de redes, sistemas e segurança informática com mais de 10 anos de experiência, e é responsável pela Unidade de Redes, Telecomunicações e Segurança. É também formador certificado Alcatel-Lucent - Network Routing Specialist 1.

Luís Barreto

Luís Barreto

ESCE - IPVC

Obteve, em 2012, o Doutoramento em Engenharia Eletrotécnica pela Universidade de Aveiro. Em 2005, obteve o grau de Mestre em Informática – Sistemas e Redes, pela Faculdade de Ciências da Universidade do Porto. Licenciou-se em Engenharia Eletrotécnica e de Computadores, pela Faculdade de Engenharia do Porto, em 1995. Exerce funções de subdiretor da Escola Superior de Ciências Empresariais de Valença, desde 2011. Funções que atualmente acumula com docente da unidade curricular de Segurança de Redes e Sistemas na licenciatura em Engenharia Eletrónica e Redes de Computadores da Escola Superior de Tecnologia e Gestão e da Pós-Graduação em Gestão da Qualidade. É membro do Conselho Pedagógico da Escola Superior de Ciências Empresariais e do Conselho Académico do Instituto Politécnico de Viana do Castelo. É Prof. Adjunto do Instituto Politécnico de Viana do Castelo da Área Científica de Engenharia, Informática e investigador do Instituto de Telecomunicações de Aveiro. Tem publicados vários artigos científicos em revistas internacionais e em atas de conferências. Desempenhou funções de coordenação técnica em várias empresas.

Pedro Carneiro

Pedro Carneiro

ESTG - IPVC

É Mestre em Novas Tecnologias (2008) e Licenciado em Engenharia Informática (2000). Detém um diploma de estudos avançados (2016) e encontra-se na segunda fase do doutoramento na especialidade de ensino à distância. Considerado Especialista em informática pela experiência que detém desde 1996, leciona em licenciaturas e mestrados na qualidade de assistente convidado, em várias instituições do Ensino Superior, desde 2010. Além de sócio fundador, é também diretor do departamento de engenharia de software da WeMake - Tecnologias de Informação, Lda. desde 2002, onde exerce funções de Auditor de segurança aplicacional e de Gestor de projetos de software. Possui a certificação CSM (Certified Scrum Master) pela ScrumAlliance. Tem a seu cargo a responsabilidade pela segurança informática e administração de sistemas em várias instituições, entre elas uma IPSS e uma ONG, onde possui cargos diretivos.

Teresa Pereira Bernardino

Teresa Pereira Bernardino

ESCE - IPVC

Atualmente é Professora Adjunta na Escola Superior de Ciências Empresariais do Instituto Politécnico de Viana do Castelo, da Área Científica de Engenharia, Informática e membro colaborador do centro de investigação Algoritmi da Universidade do Minho. Em Setembro de 2002, concluiu a licenciatura em Matemática e Ciências da Computação (programa de 5 anos) na Universidade do Minho. Em Março de 2007 obtém o grau de Mestre em Tecnologias e Sistemas de Informação (pré-Bolonha). Em Julho e 2012 obtém o grau de doutor em Tecnologias e Sistemas de Informação na Universidade do Minho, Portugal. De 2002 a 2004 trabalhou como investigadora no projeto Europeu de Investigação OmniPaper (IST-2001-32174), financiado sob Quinto Programa-Quadro - FWP 5. Os interesses de investigação incluem a Gestão da Segurança dos Sistemas de Informação; Segurança e Gestão de Risco; Sistemas de Informação; Gestão da Informação e Ontologias. É autora de várias publicações científicas em revistas, conferências e livros da especialidade. Desde Setembro de 2004 que leciona e é responsável por várias disciplinas de licenciatura e mestrado. Foi coordenadora da licenciatura de Informática de Gestão desde 2012 até Setembro de 2015. Atualmente é coordenadora do Programa de Mobilidade Erasmus+.

Miguel Bento Alves

Miguel Bento Alves

ESTG - IPVC

Mestre em Engenharia Informática pela Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa e licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Superior de Engenharia do Porto. Doutorando em Engenharia Informática pela Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa. Docente no ensino superior há 15 anos com experiência na área das Bases de Dados, relacionais e noSQL, e programação em vários ambientes.

Silvestre Malta

Silvestre Malta

ESTG - IPVC

Professor assistente convidado na ESTG - Instituto Politécnico de Viana do Castelo. É Mestre em Tecnologia e Sistemas de Informação pelo Instituto Politécnico de Viana do Castelo e licenciado em Eng. Informática ramo de redes e sistemas de comunicação pelo Instituto Politécnico de Leiria.  Detém experiência profissional nas áreas de administração de sistemas linux, bem como implementação e manutenção de redes IP/MPLS.

Paulo Vaz

Paulo Vaz

ESTG - IPVC

Licenciado em Engenharia Informática e Pós-Graduado em Informática de Segurança e Computação Forense. Técnico de Informática da Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Instituto Politécnico de Viana do Castelo e Consultor em tecnologias de informação e administração de sistemas e redes em diversas empresas.

Mário Antunes

Mário Antunes

ESTG - IPL

Docente do Instituto Politécnico de Leiria (DEI/ESTG), responsável por unidades curriculares na área das redes de computadores, Internet, administração de sistemas e redes, tecnologias de cloud e infraestruturas de datacenters. É doutorado em Ciência dos Computadores pela Universidade do Porto; Mestre em Informática, ramo de sistemas e redes, também pela Universidade do Porto; Licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Superior de Engenharia do Porto. Coordena a Pós-Graduação em Informática de Segurança e Computação Forense a decorrer no Instituto Politécnico de Leiria. É investigador no CRACS, um centro de investigação do INESC-TEC, situado na Universidade do Porto. Detém experiência empresarial como gestor de projetos TI e administrador de sistemas e redes.

Carlos Antunes

Carlos Antunes

ESTG - IPL

Docente no Instituto Politécnico de Leiria (DEI/ESTG) nas áreas de administração de sistemas e segurança. de sistemas. Licenciado em Engenharia Informática e Mestre em Engenharia Informática - Computação Móvel, pelo Instituto Politécnico de Leiria. Desempenha cumulativamente funções de administrador de sistemas na empresa FATNET. Executa peritagens digitais forenses.

Miguel Frade

Miguel Frade

ESTG - IPL

Docente do Instituto Politécnico de Leiria (DEI/ESTG), doutorado em Tecnologias de Informação pela Universidade da Extremadura, Espanha. Atualmente é responsável pelas UCs de Segurança de Sistemas (Eng.ª Informática) e Análise Forense em Dispositivos Móveis (MEI-CM). Coordena a academia Cisco no IPL e é o responsável pelo Laboratório de Computação e Informática Forense onde realiza peritagens digitais forenses para o Ministério Público. Faz parte do corpo docente do projeto Multinational Cyber Defense Education and Training da NATO.

Baltazar Rodrigues

Baltazar Rodrigues

PJ

Inspetor da PJ, 27 anos de carreira, com destaque para a Secção de Investigação de Criminalidade Informática e Tecnológica onde esteve colocado desde 1997, vindo a chefiar o GTI (Laboratório de Informática Forense na SICIT) desde 2005 até maio de 2014, altura em que foi colocado na Unidade de Telecomunicações e Informática (UTI) a chefiar o Grupo Forense de Perícia Informática (GFPI) com competência de harmonização a nível nacional, desde Janeiro de 2016 encontra-se colocado na Unidade Nacional Contra-Terrorismo. Licenciado em Engenharia Informática (UAL), pós-graduado em Direito e Ciber-Segurança (Universidade de Lisboa) e mestrando em Guerra de Informação (Academia Militar). Possui vários certificados em informática forense atribuídos por prestigiadas instituições, destacando-se: FBI, Interpol, Europol, OLAF, Univerity College Dublin (UCD), IACIS (EUA), Canadian Police College e University of Zagreb.

Maria do Rosário Barbosa

Maria Barbosa

PGR

Licenciada pela Faculdade de Direito da Universidade do Porto, em Junho de 2006. Mestranda em ciências jurídicos-criminais, na mesma faculdade. Advogada inscrita na Ordem dos Advogados – Conselho Regional do Porto, exerceu funções até 2010. Após 2010, exerceu funções de procuradora adjunta em Melgaço e Monção. Actualmente, é procuradora adjunta, no DIAP de Viana do Castelo, desde Setembro de 2014. É dinamizadora da acção de prevenção da criminalidade, incluindo a cibercriminalidade: “A Justiça vai à Escola”. Desempenha funções de Ponto de Contacto do Gabinete do Cibercrime da PGR, desde Setembro de 2014. Em Março de 2016, em Budapeste, participou no seminário da Academy of European Law, subordinado ao tema:“ Internet-Related Money Laundering - Legal Challenges And Practical Difficulties In Tackling Cyberlaundering”.

Coordenador de curso: Pedro Pinto ( pedropinto@estg.ipvc.pt )